Estive buscando, por toda minha vida,

Realizar algo grandioso,

Ainda que imensamente pequeno – vai dos olhos

Não sei bem o que é,

Mas acredito ser necessário,

Mesmo que muitos não o queiram – vai do coração

Depois que o fizer,

Poderei morrer tranquilo, sem angústias;

A não ser aqueles que por mim sentirão – vai de cada um

As mudanças que virão

Servirão de inspiração para vindoura geração

Ainda que outra de aflição – vai do amanhã

Alucinado irão me chamar

Por em tamanha idiotice acreditar

E, com todo direito, poderá concordar – vai de você

No final, nem todos lembrarão

De minha desprezível nobre participação

Ainda assim, é isso que estive buscando – vai de mim