Faça diferente. Ao acordar, cedo ou tarde,  sorria. Viva no limite, aproveite cada momento como se fosse o último. Pode ser, a gente nunca sabe. Não desperdice tempo, ele é muito precioso e nunca volta atrás. Faça todo dia uma coisa nova, uma coisa que nunca fez. Contemple a beleza escondida nas coisas mais simples da vida. Sinta, permita-se. Fique triste, por um momento. Fique com raiva de alguém e logo em seguida perdoe. Seja sempre feliz, mesmo quando estiver triste. Não faça nada que não valha à pena, pense bastante no que faz, mas não pense demais. Faça primeiro, pense depois. O arrependimento de ter feito é sempre melhor do que o de não ter tentado. Deixe de lado, ainda que por um instante, o orgulho. Lembre-se que não existe nada que você não possa fazer, mas sem esquecer que a conseqüência vem logo em seguida. Mas às vezes é bom um pouco de inconseqüência. Tudo na medida certa, bem dosado. Olhe o lado positivo de tudo, admire as qualidades das pessoas e esqueça um pouco dos defeitos. Ao lembrar-se destes, lembre-se também de todos os seus. Coma um pouco mais, saia andando sem destino, ame um pouco menos e viva demasiadamente. Lembre-se sempre de sentir-se vivo. Mas não leve a vida muito a sério. Faça o que tiver vontade, sabendo o que te espera, mas sem se preocupar muito. Esqueça do passado. Diga mais eu te amo, sinceros. Fale menos, escute mais. Leia todos os dias. Escute as músicas de sempre misturadas com novas. Aprecie também um bom silêncio. Durma menos. Ao fim do dia, antes de fechar os olhos, apague tudo o que não te acrescenta, tudo que te angustia, tudo que te faz mal. Parece difícil, mas lembre-se daquele pequeno momento do dia que você estava livre do orgulho. Inspire-se em tudo aquilo que sobrou, em todos os momentos que te fazem melhor, que te fazem diferente. Junte todos os pedaços na sua mente, no pensamento, no coração.
Tudo na medida certa, bem dosado…