Uma página em branco é sempre melhor do que uma cheia de bobagens, porque o fato de não ter começado é melhor do que o arrependimento de ter feito errado. Mas a página em branco não deve permanecer em branco por muito tempo porque o arrependimento de ter feito errado é ainda melhor do que o de nunca ter tentado. Por isso, tome o tempo necessário antes de tomar uma atitude qualquer, mas tome uma atitude. O equilíbrio está entre o pensar e o agir e requer as duas coisas. Nunca arrependa-se por não ter feito alguma coisa. Para isso, entenda que o não saber se deve fazer alguma coisa ou não sempre indica que sim, você deve. Pois você nunca saberá se teria feito a decisão certa ou não, caso não faça. Se por acaso souber que o não fazer é o melhor a se fazer, então faça-o. Mas tenha certeza.
Arrisque, mas com inteligência. Dizem que o risco que se corre deve ser sempre proporcional ou menor do que o valor daquilo que se pretende obter. Mas se o que se pretende obter é a felicidade, existem riscos grandes o bastante para que seja melhor parar? Viver uma vida sem saber tudo que ela poderia ter sido ou arriscar e errar na busca pelo acerto? Existir ou viver?
Tome a sua decisão.