Por cada lugar que você passa você deixa um pouco de si e leva um pouco dele. Em cada palavra que você diz você carrega um pouco do que ouviu e descobre um pouco de si mesmo. Em cada gesto seu, você demonstra um pouco do que é e ao mesmo tempo muda a si mesmo numa eterna construção. A cada atitude sua você mostra (ou não) a sua coerência e entende que pode mudar de idéia. A cada nova situação com que você se depara, você se transforma pela criatividade e analisa a própria reação. A cada mentira que você conta você se perde um pouco de você e não sabe se pode confiar em si mesmo. A cada decepção que você sofre na vida você vai aprendendo a tirar o melhor das pessoas e oferecer o seu melhor para elas. A cada saudade que bate no peito você aprende a dar valor para os detalhes, para os momentos mais pequenos com as pessoas, e percebe o valor que cada uma delas possui em sua vida. Porque cada pessoa que você conhece deixa um pouco dela e leva um pouco de você. Cada uma delas é um lugar, uma viagem.
Existem viagens entediantes, com tempo chuvoso e que demoram a passar. Existem viagens incríveis, com o tempo ensolarado e que realmente nos fazem felizes. Existem algumas sem sal, com tempo nublado. Existem viagens que ensinam, viagens que comprazem, viagens que misturam os dois. Alguns até acreditam que as viagens podem ser as mais maravilhosas experiências na vida de uma pessoa. Não importa muito o que acham, o importante é que de cada viagem, de cada lugar, você leva alguma coisa com você, e deixa alguma coisa sua, assim como com as pessoas. E se eu pudesse desejar alguma coisa seria que de cada pessoa você leve um pouco da experiência dela com você e que deixe para trás um pouco da sua. E um grato sorriso. Acho que é isso o que é satisfação.