Hoje tô numa pegada diferente
Um pouco mais feliz, inconseqüente
Não me parece haver exatamente um motivo
Exceto o de costume, um dia ativo

Com pessoas que gosto, meio novas
Mas que se mostram cada vez mais antigas
Como se eu já as soubesse a prova
De qualquer maldade ou mandiga

Isso me compraz de maneira tão boa…
Me refaz, sem pressão, tão à toa…
Me lembra de mim mesmo, pessoa
Que só sabe sonhar enquanto voa.

(10/11/10 às 1:35)