Tenho sentido uma alegria
Tão irritante que até me entristece

Minha cabeça tem estado tão fria
Que o coração raramente se aquece

Pequenos detalhes de um triste dia
A memória da alma jamais se esquece

E sempre que ouço aquela melodia
Um sentimento tão guardado transparece

A felicidade agora é uma velha vadia
E o tempo indo e vindo já desaparece

Aquele sentido que em tudo eu via
Pouco a pouco se obscurece

Feito a água pelo ralo da pia
Feito o mal frente a uma prece

Já não sinto mais aquela alegria,
E tenho fé que amanhã o dia
Será grandioso para quem se conhece,
Será grandioso para quem merece.