A tempestade

Sonhos se realizando
Muitos já viram.
Sonhos sendo construídos,
Tão poucos…

Anseios e desejos
Sentados no sofá
Assistindo TV.
Sonhos vazios

Tentativas inúmeras
E frustradas,
Decepção.
Sonhos perdidos.

A mudança,
O conformar-se,
Abrigar-se.
Refúgio.

Quando confortável,
Surge então, no íntimo,
Aquele incômodo,
Aquela voz.

De um amigo,
De um estranho,
De Deus ou de
Qualquer um.

Uma voz que te aponta
A direção a seguir,
O caminho a trilhar,
A batalha a se vencer.

E se o incômodo é realemente grande,
E a coragem é suficiente,
A dúvida nem chega perto.

A tempestade se aproxima.
Pode-se fugir, abrigar-se.
Pode-se encará-la, lembrar

Que quando ela passar,
Tudo que não tenha sido forte o bastante,
Terá sido arrastado para sempre.

O dia ficará mais bonito, 
O sol ficará mais quente
E o ar ficará mais leve.
E haverá um lindo dia.

Mas não se engane.
Outras tempestades virão.
Até quando será que você aguenta?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: